quinta-feira, 22 de março de 2012

A arte dos Egípcios







A cultura egípcia se desenvolveu as margens do rio Nilo, na mesma época em que os povos da Mesopotâmia se desenvolviam na região entre os rios Tigre e Eufrates.


Através de pinturas, relevos e anotações existentes nas paredes das ruínas de palácios, túmulos (pirâmides, hipogeu, mastabas) e templos conhecemos a história do Egito.




Anúbis concluindo mumificação de homem morto

Baixo-relevo Kom Ombo Nubia

Os pequenos desenhos que aparecem ao redor das pessoas são a escrita egípcia. A esses caracteres dá-se o nome de hieróglifos.
            Dentre os povos da antiguidade, o egípcio foi um dos mais desenvolvidos. Conhecia matemática, astronomia, medicina, artes etc. Era socialmente organizado em faraó (considerado um deus, com poderes totais), sacerdotes, escribas, nobres, militares, artesãos, camponeses e escravos.
            Os egípcios eram extremamente vaidosos, com conhecimento profundo de cosmética. Tanto homens quanto mulheres usavam maquiagem e tinham cuidados com o corpo e o cabelo. Eles dominavam também as técnicas da ourivesaria e produziam uma grande quantidade de jóias.

Obelisco

A arquitetura egípcia apresenta proporções grandiosas. Nobres, sacerdotes e faraós moravam em palácios extremamente luxuosos, mas a motivação maior para a arte e a arquitetura egípcia sempre foi a religião.
            Os egípcios eram politeístas, esculpiam imagens dos mais variados deuses. E, em homenagem a esses deuses, construíam templos monumentais.
       Eles acreditavam que continuariam a viver em outro lugar depois da morte e, para isso, se preparavam durante toda a vida Os mais ricos, principalmente o faraó, construíam seus próprios túmulos, como as pirâmides, as mastabas e os hipogeus - labirintos subterrâneos que escondiam ao máximo de ladrões e saqueadores os objetos com os quais o morto era enterrado. Havia também a preparação dos enxovais funerários: objetos de uso pessoal, jóias, dinheiro, alimentos, perfumes, vasos, estátuas, pois achavam que na nova vida tudo isso lhes seria necessário.



 Máscara mortuária de Tutancâmon (ouro e lápis-lazúli)


Cofre funerário de Tutancâmon

A pintura egípcia apresenta características muito marcantes. Em relação às cores, por exemplo, predominam os tons avermelhados semelhantes à terra, o marrom, o preto e o branco. Quanto ao desenho, a lei da frontalidade aparece em quase todas as pinturas. Chamamos de lei da frontalidade o hábito de se desenhar os olhos e os ombros das pessoas sempre de frente para o observador, mesmo que os pés e a cabeça estejam de perfil. A preocupação era mostrar cada parte do corpo pelo ângulo mais representativo.
As pinturas eram uma forma de registro da vida e atividades diárias do falecido, nos mínimos detalhes. A figura masculina sempre em tom avermelhado e a feminina em cor ocre.
Sua intenção fundamental, sem dúvida, não foi a de criar uma imagem real das coisas tal como apareciam, mas sim captar para a eternidade a essência do objeto, da pessoa ou do animal representado.





Além de ser feita em paredes, a pintura também era realizada  sobre uma folha de papel (tipo de papel usado pelos egípcios proveniente da planta com o mesmo nome).

Papiro


As esculturas têm lugar de destaque na arte egípcia. Elas mostram faraós, rainhas, deuses, escribas e todo o tipo de pessoa sempre com rigidez na posição do corpo e feição do rosto, e os homens (com a cor da pele mais escura) aparecendo sempre maiores que as mulheres. Há esculturas de todos os tamanhos feitas em madeira, pedra, ouro e bronze.


Escriba sentado



RECAPITULANDO ...

1-Como podemos conhecer a história dos egípcios?
2-Como era a arquitetura egípcia?
3-Quais as características da pintura egípcia?
4-Quais as características da escultura egípcia?
5-O que eram os hieróglifos?
6-Onde eram feitas as pinturas?

EXERCÍCIO CRIATIVO

Os egípcios criaram diferentes tipos de escrita. Em folhas avulsas invente um símbolo para cada letra do alfabeto. Depois, utilizando os símbolos criados por você, escreva e mande uma mensagem que será entendida por um colega a quem você revelou o segredo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário